Torres de energia eólica já mudam paisagens das serras próximas a Santa Luzia-PB

Algumas das torres são vistas da cidade de Ouro Branco-RN

Visão que se tem das serras desde a cidade de Ouro Branco-RN

Essa semana, quando retornava da zona rural de Ouro Branco, percebi algo diferente no complexo de serras que ficam próximas à Santa Luzia, na Paraíba.

Mesmo que um pouco dificultada a visibilidade devido à distância, dá para ver várias torres já instaladas para captação de energia a partir dos ventos.

Um grande canteiro de obras está montado, significando um grande trabalho de engenharia devido ás condições daqueles terrenos.

A implantação desse complexo é composto por três Parques Eólicos na Paraíba, nos municípios de Santa Luzia, São José de Sabugi e Junco do Seridó, denominados Canoas, Lagoa 1 e Lagoa 2, com um total de 45 aerogeradores e potência instalada total de 94,5 MW.

As obras estão sendo executada pela empresa Força Eólica do Brasil, com o apoio do Sistema Federação das Indústrias do Estado da Paraíba (FIEP) através do Departamento Regional do SENAI da Paraíba em Rede Nacional com o Departamento Regional do SENAI da Bahia.

Deixe um comentário

Retornando…

Depois de um bom período afastado das atividades deste blog, preparo-me para novamente escrever para vocês, seletos leitores e leitoras! Em breve novidades neste espaço!

Obrigado pela atenção de sempre!

Comentários desativados em Retornando…

No Dia Mundial da Saúde, OMS alerta sobre depressão

A depressão tem tratamento e o primeiro passo é conversar sobre o assunto. Essa é a proposta da Organização Mundial da Saúde (OMS) no Dia Mundial da Saúde, lembrado hoje (7). A doença, segundo a entidade, afeta pessoas de todas as idades e estilos de vida, causa angústia e interfere na capacidade de o paciente fazer até mesmo as tarefas mais simples do dia a dia.

“No pior dos casos, a depressão pode levar ao suicídio, segunda principal causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos”, destacou a OMS. “Ainda assim, a depressão pode ser prevenida e tratada. Uma melhor compreensão sobre o que é a doença e como ela deve ser prevenida e tratada pode ajudar a reduzir o estigma associado à condição, além de levar mais pessoas a procurar ajuda”, completou a entidade.

CLIQUE AQUI e leia mais (Agência Brasil)

Comentários desativados em No Dia Mundial da Saúde, OMS alerta sobre depressão

Fachin inclui sete parlamentares em inquérito da Lava-Jato. Potiguares na lista!

© Adriano Machado / Reuters Fachin inclui sete parlamentares em inquérito da Lava-Jato

O ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a inclusão de sete parlamentares em um inquérito que investiga o pagamento de propina com recursos desviados de contratos com a Transpetro. Entre os alvos da apuração, estão políticos do PMDB, do DEM e do PT. O inquérito está aberto no STF desde março do ano passado para investigar o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) e o deputado federal Aníbal Gomes (PMDB-CE) pelos mesmos motivos.

Agora, serão investigados também os senadores Valdir Raupp (PMDB-RO), Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) e Agripino Maia (DEM-RN), além dos deputados Walter Alves (PMDB-RN), Felipe Maia (DEM-RN), Jandira Feghali (PCdoB-RJ) e Luiz Sergio (PT-RJ). As suspeitas sobre o grupo surgiram a partir da delação premiada do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado. Ele afirmou que os parlamentares receberam propina por meio de doação oficial vindos de empresas que mantinham contrato com a Transpetro.

A decisão foi tomada a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Também a pedido de Janot, Fachin determinou que citações a ex-parlamentares suspeitos de participar do mesmo esquema sejam encaminhadas ao juiz federal Sérgio Moro, de Curitiba. Caberá a Moro decidir se investiga os ex-deputados Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), Cândido Vaccarezza (PT-SP), Jorge Bittar (PT-RJ) e Edson Santos (PT-SP); além da ex-senadora Ideli Salvatti (PT- SC). Como não têm mais mandato parlamentar, ou cargo de ministro, os integrantes do grupo perderam o direito de serem processados no STF.

No mesmo documento que pediu a inclusão dos parlamentares no inquérito sobre a Transpetro, enviado ao STF na semana passada, Janot disse que não é possível investigar as citações ao presidente Michel Temer na delação de Sérgio Machado. Em depoimento, Machado disse que se encontrou em 2012 com Temer, que ainda era vice-presidente, e ouviu dele pedido de recursos para financiar a campanha do seu candidato à prefeitura de São Paulo, o então deputado do PMDB Gabriel Chalita.

A reunião, segundo o delator, ocorreu em um local reservado na base aérea de Brasília. Machado disse ter viabilizado o repasse de R$ 1,5 milhão, oriundos de recursos de empresas que mantinham contratos com a Transpetro. Em junho do ano passado, quando a delação se tornou pública, Temer negou as acusações.

Janot destacou o artigo 86 da Constituição, que estabelece: “o presidente da República, na vigência de seu mandato, não pode ser responsabilizado por atos estranhos ao exercício de suas funções”. Em seguida, o procurador-geral acrescentou: “Significa que há impossibilidade de investigação do presidente da República, na vigência de seu mandato, sobre atos estranhos ao exercício de suas funções”.

Na delação premiada, Machado disse ter providenciado R$ 500 mil a Vaccarezza; R$ 500 mil a Ideli; R$ 300 mil a Agripino Maia; R$ 250 mil ao então senador e agora vice-governador do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles; R$ 200 mil a Luiz Sérgio; R$ 200 mil a Jorge Bittar; e R$ 100 mil a Jandira Feghali na campanha de 2010. Quatro anos depois, disse ter conseguido R$ 250 mil para Felipe Maia, filho de Agripino; R$ 200 mil para Luís Sérgio e R$ 142,4 mil a Edson Santos.

Para Henrique Alves, teriam sido repassados R$ 1,5 milhão entre 2008 e 2014. O senador Valdir Raupp teria pedido e conseguido R$ 850 mil entre 2010 e 2012 para o diretório nacional do PMDB. Já Garibaldi Alves e seu filho Walter Alves teriam obtido R$ 750 mil.

No caso de Dornelles, por ser vice-governador, ele tem foro para ser investigado no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro ou no Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF). Mas, no documento de Janot, não há nenhum pedido sobre o que deve ser feito com as citações a Dornelles.

Agência O Globo

Comentários desativados em Fachin inclui sete parlamentares em inquérito da Lava-Jato. Potiguares na lista!

EUA lançam mísseis contra base militar na Síria em retaliação a ‘ataque químico’

© Getty Images De acordo com Rex Tillerson, secretário de Estado dos EUA, o ataque foi ‘proporcional’

Os Estados Unidos lançaram 59 mísseis sobre a Síria na madrugada desta sexta-feira (horário sírio) em retaliação ao suposto ataque químico, atribuído ao governo sírio, que matou pelo menos 80 pessoas, entre elas 27 crianças, na última terça-feira.

O bombardeio foi ordenado pelo presidente dos EUA, Donald Trump, que até o ataque químico citava Bashar al-Assad como um aliado na guerra contra o terror. De acordo com o Exército sírio, seis pessoas morreram no ataque.

Nove aeronaves militares sírias teriam sido destruídas, segundo o canal de notícias russa Rossiya 24, que teve acesso ao local. Os hangares onde estavam os aviões teriam sido atingidos. A pista não foi danificada, mas estava coberta por estilhaços.

CLIQUE AQUI e leia mais da BBC

Comentários desativados em EUA lançam mísseis contra base militar na Síria em retaliação a ‘ataque químico’

Vem aí: III Copa Ouro Branco de Vôlei

A terceira edição da Copa Ouro Branco de Vôlei já tem data para acontecer. Nos dias 27 e 28 de maio será realizada a tradicional e principal competição do Voleibol seridoense.

A competição tem total apoio da Prefeitura Municipal de Ouro Branco, através da Secretaria de Esportes e Lazer e dos atletas locais.

O organizador do evento esportivo, Anderson Matheus, anunciou através de seu perfil no facebook a confirmação da Copa.

Veja na íntegra:

” Em nome da Prefeitura Municipal de Ouro Branco-RN, da secretaria de Esporte e Lazer e todos os atletas de vôlei ouro-branquense que tenho a honra de anunciar e divulgar oficialmente a Copa Ouro Branco de Vôlei 2017, em sua terceira edição, competição a se realizar nos dias 27 e 28 de maio de 2017. Prestigie, monte sua equipe, traga sua galera e venha viver conosco, nas terras do divino, essa competição que já é tradição” disse Andinho, o maior incentivador do voleibol no município.

Priorado News

Comentários desativados em Vem aí: III Copa Ouro Branco de Vôlei

Prefeitura de Ouro Branco não fará distribuição de peixes na Semana Santa

O blog do Marcos Costa informa que este ano a população de Ouro Branco não será beneficiada com a tradicional distribuição de peixes realizada pela Prefeitura, através da Secretaria de Assistência Social, no período da Semana Santa.

O blogueiro diz que a distribuição foi interrompida este ano após denúncias feitas ao Ministério Público, no ano passado, pela Coligação Filhos da Terra, e por isso o Poder Público Municipal achou por bem não distribuir o pescado este ano, até que se resolvam pendências jurídicas.

A distribuição dos peixes esteve entre outras várias denúncias que fora questionada pela coligação Filhos da Terra, ano passado, na qual pediam a cassação do diploma da prefeita e do vice, reeleitos em 2016.

Ano passado a prefeitura distribuiu 3 toneladas de pescado para população. A ação era tradição no município e teve início em 2013. Segundo informações repassadas pela Secretaria de Assistência Social, todas as aquisições dos pescados foram adquiridas através de licitação.

Informações de Marcos Costa

Comentários desativados em Prefeitura de Ouro Branco não fará distribuição de peixes na Semana Santa

Roberto Jeferson é eleito novo presidente da Associação dos Músicos Ourobranquenses

O educador físico Roberto Jeferson foi eleito hoje presidente da Associação Comunitária dos Músicos Ourobranquenses (ACOMO). A eleição com chapa única ocorreu neste domingo (02) na sede da da referida associação. A chapa formada por Roberto Jeferson – Presidente e José Fabrício – vice obteve 100% dos votos. Em breve será divulgado a data da posse da nova direção.

Veja a composição da nova direção:

Presidente – Roberto Jeferson
Vice – José Fabrício
Secretário – Ademir Santos
Vice-secretária – Meirielle Santos
Tesoureiro – Rai Ramos
Vice-tesoureiro – Whenderson
Conselho Fiscal – Titulares: Marlito, Francielio e Artur
Suplentes: Samoel, Agenor e Iuri.

Comentários desativados em Roberto Jeferson é eleito novo presidente da Associação dos Músicos Ourobranquenses

Choveu 228 mm nos três primeiros meses do ano em Ouro Branco-RN

Segundo informações repassadas pela presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Adriana Sousa, o pluviômetro do sindicato registrou 228mm nos três primeiros meses do ano em Ouro Branco. Em janeiro não foi registrado nenhuma precipitação pluviométrica em Ouro Branco. Já o mês de março foi o mais chovido, foi registrado 126 mm.

Confira os registros pluviométricos no ano de 2017 em Ouro Branco:

Janeiro – 0,0 mm
Fevereiro – 98,4 mm
Março – 126,9 mm
Abril – 3,0 mm
Acumulado de chuvas até 02 de abril de 2017 – 228,3 mm

Priorado News

Comentários desativados em Choveu 228 mm nos três primeiros meses do ano em Ouro Branco-RN

Prefeitura de Ouro Branco paga funcionalismo em dias pelo 50º mês seguido

Mantendo a tradição, a Prefeitura de Ouro Branco – RN realizou o pagamento aos seus 237 funcionários, tanto efetivos quanto comissionados e demais vínculos, dos salários da competência março de 2017 para o dia 31 de março.

A informação repassada pela Secretária de Administração e Planejamento, através do canal oficial no Telegram, discrimina o total de precisamente R$ R$ 320.550,51 (trezentos e vinte mil, quinhentos e cinquenta e cinco reais e cinquenta e um centavos), que são injetados na economia da cidade com o pagamento desta competência. A secretaria informa que o total representa uma diminuição de 6,6% com relação ao pagamento de março de 2016.

Segundo a publicação, o dinheiro ficou disponível nas contas dos servidores pela agência do Banco do Bradesco na noite desta sexta-feira. Portanto, os funcionários já podem se dirigir ao caixa eletrônico para sacar seus rendimentos agora pela manhã.

A prefeitura também confirmou, através do seu Twitter oficial, que o pagamento está sendo realizado em dias. Desde fevereiro de 2013 o pagamento dos servidores da prefeitura tem sido feito rigorosamente até o final de cada mês da respectiva competência, por 50 meses seguidos, o que tem se tornado uma marca de compromisso da atual gestão para com o funcionalismo municipal. Poucas prefeituras no Nordeste tem conseguido sustentar essa marca.

Comentários desativados em Prefeitura de Ouro Branco paga funcionalismo em dias pelo 50º mês seguido

Secretaria de Saúde divulga o cronograma de vacinação contra a INFLUENZA (gripe) em Ouro Branco

A INFLUENZA (Gripe), é uma das doenças virais mais contagiosas por vias respiratórias e a forma mais eficaz de prevenir a forma mais grave é a vacinação.

Em nosso município a campanha acontecerá a partir do dia 10 se estendo até o dia 19, do mês de Abril.

Com a seguinte observação:

No PSF I – SERÁ REALIZADA A VACINA EM ADULTOS;
No PSF II – SERÁ REALIZADA A VACINA EM ADULTO E CRIANÇA.
Público alvo – prioridades: maiores de 60 anos, crianças entre 6 meses e cinco anos de idade, gestantes, puérperas (mulheres que tiveram bebês) com até 45 dias após o parto, professores em atividade, pessoas portadores de doenças crônicas (HIV, DIABETES, HIPERTENSÃO, PROBLEMAS CARDIOPÁTICOS…), trabalhadores da saúde.

O DIA D será em dois momentos:

06 de maio (sábado)
10 de maio (quarta-feira)

Algumas medidas de prevenção podem afastar o vírus da gripe.

A vacinação é considerada o cuidado mais importante. Como cuidados contínuos, podemos também deixar o ambiente mais ventilado, habitualmente fazer a lavagem das mãos que transmitem de forma indireta o vírus, além de outros cuidados de higiene pessoal.

A maioria das doenças transmissíveis podem ser evitadas com medidas de higiene.
Agradecemos a compreensão da comunidade, e estamos a disposição para maiores esclarecimentos.

Luciana Azevedo
Secretária de Saúde

Comentários desativados em Secretaria de Saúde divulga o cronograma de vacinação contra a INFLUENZA (gripe) em Ouro Branco

Ourobranquense escreve seu quarto livro após aposentaria

Após longos anos de caminhada dedicados ao estudo, a família e a profissional, o auditor-fiscal aposentado, Manoel Lucena, decidiu dedicar um pouco do seu tempo livre para colocar no papel seus conhecimentos sobre a espiritualidade. E em menos de dois anos, Manoel Lucena acaba de finalizar seu quarto romance, intitulado de Planeta Avarus. Suas outras obras literárias são: Entre um Despertar e Outro, Fim de Noite e História de um Ateu.

Segundo o autor das obras, seus romances contam histórias da nossa humanidade que exploram nossas fraquezas e nossos dramas com um viés bem definido de espiritualidade.

“Trato de temas como aborto, drogas, traições, vida além da morte, reencarnação, Deus, riqueza, pobreza, enfim, meu desejo é entreter, mas também abrir espaço para reflexões”. Disse Manoel Lucena.

Na introdução do livro “Entre um Despertar e Outro” Manoel Lucena relata o momento em que decidiu começar a escrever seus romances.

Introdução

Nunca me passou pela cabeça que eu tivesse alguma qualidade de literato (concisão, clareza, estilo, correção gramatical, criatividade). Essa convicção mais se fortaleceu e se acentuou quando li o prefácio de Nelson Werneck Sodré à obra de Graciliano Ramos, Memórias do Cárcere. Já ali ficava evidente, cristalino mesmo, que literato é alguém do porte de Graciliano Ramos, cuja obra perpassa, intocada em suas bases, gerações e resiste às mudanças de contexto, permanecendo inabalável como obra de arte: arte literária. Ora, o próprio Graciliano reescrevia suas obras várias vezes. Do texto original muito era modificado e, não raro, reduzido, mesmo assim ele nunca estava satisfeito. Era um crítico veemente do seu trabalho. Então quem serei eu? Nesse aspecto ninguém. Porém, quando li o prefácio de Werneck já era tarde para desistir. Os conceitos que me vinham em sonho, por intuição ou das conclusões de leituras eu não tinha e não tenho o direito de retê-los só para mim. Era imperioso dividir, correndo o sério risco de nada acrescentar a ninguém, mas aí que bom, a humanidade estaria à minha frente. O contrário seria o cúmulo do egoísmo e eu não quero ser egoísta a esse ponto. É claro que tenho vergonha em partilhar esse escrito, não por disfarçado orgulho, mas pela ausência de talento que me permitisse servir ao leitor com doses generosas de um texto escorreito e agradável; que o prendesse desde o primeiro parágrafo e o levasse ao êxtase indizível de desejar que a estória não acabasse nunca. Despertei e essas palavras estavam pululando no meu cérebro – eu sonhara. Precisava despejá-las imediatamente antes que elas se esfumaçassem. À mão eu só tinha um celular e nele as escrevi e teria que encontrar espaço na introdução que já estava pronta. O meu desejo único é de ser útil e distrair, a um só tempo, além de dividir um entendimento de mundo que não é meu, mas que precisa urgentemente ser melhormente compreendido pelo retrovisor das vivências dos personagens.

Detalhes
Sempre me perguntei o que se passava na cabeça de alguém quando se apossava de uma caneta, de uma máquina de escrever ou, modernamente, de um computador e se punha a escrever: uma história, um conto, um romance. Pietro Ubaldi, na obra Profecias, nos brinda com a descrição do seu processo produtivo, mas lá a questão é mais severa, pois a sua obra transcende questões ordinárias e se aprofunda em aspectos basilares da existência humana e da concepção monista da obra de Deus, sem pieguices e sem crenças dogmáticas.
De toda sorte, Ubaldi me preencheu a lacuna dessa indagação: que inspiração move alguém que se debruça a escrever e passar adiante histórias, causos e saberes?
No meu caso, para matar curiosidades que reputo legítimas, há uma extrema solidão acompanhada por inspirações momentâneas, notadamente quando estou começando a dormir ou quando me chega o despertar. Mas não apenas isso. No livro “Fim de Noite”, viajava eu com minha esposa de Fortaleza para Natal. Almoçamos em Mossoró e quando retomamos a viagem entrei em estado de ebulição mental. Foram quase três horas dirigindo e compondo, mentalmente, quatro capítulos do livro. Ao chegarmos ao hotel, em Natal, sentei em uma mesa e escrevi, ininterruptamente por mais de cinco horas, despejando no papel àquilo que intuíra na viagem.
Quando estava concluindo o livro “Fim de Noite”, me peguei imaginando o que faria depois. Deitado, quase dormindo, descobri, havia uma sugestão quase audível: escreva a história de um ateu, afinal ser ateu é um processo delicado, difícil, de extrema consciência, no qual a certeza da finitude e do nada; da onipotência da matéria e do acaso; das mutações aleatórias que permitem a evolução das espécies e da inexistência do espírito como ator de nós mesmos, requer um equilíbrio mental e uma força de coesão tão poderosos quanto a ideia de Deus.
Mas, confesso: quando sento para escrever não tenho a menor ideia do que será o produto final. Deixo-me guiar pela intuição e, não tenho dúvidas, meu anjo da guarda está ali, me orientando, me puxando a orelha quando a coisa está pior do que poderia ser. Este livro também nasceu assim. Estava deitado e as ideias e o título foram surgindo. Escreva sobre um planeta parecido com a terra, utilizando personagens de outros livros seus, dê sequência ao pensamento da evolução no universo com seus infindáveis sistemas planetários. Não foi fácil. Mas conclui em 28 de março de 2017.
É salutar esclarecer que o processo de criação de uma história apresenta enormes desafios para quem deseja apresentar algo que, a um só tempo, entretenha e sirva a reflexões, além de se apresentar dentro de padrões ortográficos e gramaticais aderente às normas da língua. Isso não é fácil. São tantas as regras e as exceções que um simples corretor de texto é incapaz de suprir todos os pormenores e a obra sair perfeita. Meu coração se apertava todas as vezes que uma obra era editada e ao relê-la me deparava com erros ora de concordância, ora de ortografia. Depois fui asserenando meus ânimos quando encontrei esses mesmo equívocos em obras literárias de vulto – poderia ser acerenando? Claro que não, enfim ou em fim? De certo ou decerto, senão ou se não, nenhum ou nem um? Por que, porque, por quê, porquê. Percebem o tamanho da questão? Enfim! Se o mérito da história consome noites insones, angústias, ansiedade: isso está muito ruim, quem vai se interessar por algo tão insosso? Imaginem ter que contar uma boa história, explorar situações, casos e, ainda por cima, redigir tudo escorreitamente. Tudo isso para pedir que relevem os erros cometidos.

Para quem não conhece nosso conterrâneo, segue abaixo um breve histórico sobre sua vida.

Manoel Lucena saiu de Ouro Branco em 1973 para estudar em Patos-PB, na época o científico (segundo grau). Dois anos depois, em 1975, ele concluiu o curso secundarista em Natal. Manoel Lucena é Graduado em Direito pela Universidade de Fortaleza e Pós-graduado em Direito Processual pela Faculdade Christus também Fortaleza. Ele ainda chegou a cursar dois anos de Odontologia na UFRN; dois anos de Administração de Empresas na UNIFOR e três anos de Psicologia na UNIFOR. Atualmente nosso conterrâneo reside em Fortaleza.

Em sua vida profissional, Manoel Lucena exerceu vários cargos importantes, entre eles a Superintendência Regional Banco do Brasil no Ceará, Chefe da Fiscalização do INSS em Fortaleza, Delegado da Receita Previdenciária do Ceará, a Superintendência-adjunto da Receita Federal 3ª Região Fiscal (CE,PI,MA), ?Assessoria Especial do Ministro da Previdência Social, Diretor de Fiscalização PREVIC (Autarquia Federal) e
?Diretor do Banco do Nordeste.

Comentários desativados em Ourobranquense escreve seu quarto livro após aposentaria

Dr Araújo representa Ouro Branco em entrega de carros frigoríficos da Emater

O vice-prefeito Dr. Araújo esteve na tarde de ontem, quinta-feira, 30, na cidade de Currais Novos para representar o município de Ouro Branco na solenidade de entrega dos carros frigoríficos disponibilizados aos municípios, através do Projeto de Apoio e Modernização das Centrais de Comercialização, do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA-Compra Direta), contemplando, além de Ouro Branco, os municípios de Cruzeta, Currais Novos, Santana do Seridó, Serra Negra do Norte, Carnaúba dos Dantas, Florânia, Lagoa Nova, Santana do Matos, Tenente Laurentino Cruz e Campo Redondo.

Comentários desativados em Dr Araújo representa Ouro Branco em entrega de carros frigoríficos da Emater

Deputados derrotam proposta de Temer de cobrança de mensalidades de pós-graduação em universidades públicas

A Câmara dos Deputados rejeitou hoje (29) a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 395, de autoria de Alex Caziani (PTB-PR). O projeto, aprovado em primeiro turno em fevereiro, autorizava a cobrança de mensalidades em universidades públicas para os cursos de pós-graduação lato sensu, também chamados de especialização. A matéria precisaria da aprovação de três quintos dos deputados da Casa para passar, ou 308 deputados. O resultado teve margem estreita: 304 foram favoráveis e 139 contrários, com duas abstenções.

Agora arquivada, a matéria foi alvo de polêmica ao longo da sessão extraordinária. O autor da PEC abriu as falas ao afirmar que “as universidades públicas, ao longo de todos esses anos têm se utilizado desses recursos para melhorar a graduação: tais verbas significam melhores laboratórios e ar-condicionado nas salas”, disse. Entretanto, a rejeição foi sustentada no discurso contra o que seria um passo para a privatização do ensino público.

O projeto já tinha sido discutido durante os governos de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), de 1995 a 2002, e voltou à pauta após o impeachment da presidenta Dilma Rousseff (PT), com a posse de seu vice, Michel Temer (PMDB). Na época de FHC, o projeto contava com apoio da secretária executiva do Ministério da Educação (MEC), Maria Helena Guimarães de Castro, hoje no mesmo posto, anos depois.

Comentários desativados em Deputados derrotam proposta de Temer de cobrança de mensalidades de pós-graduação em universidades públicas

MPE pede cassação de Temer no TSE

O Ministério Público Eleitoral (MPE) vai recomendar a cassação da chapa formada por Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB) no julgamento que terá início na próxima terça-feira 4 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). A informação é do jornal O Estado de S.Paulo.

O parecer do MPE, assinado pelo vice-procurador-geral eleitoral, Nicolao Dino, está sob sigilo, mas foi encaminhado ao TSE na noite de terça-feira 28. Segundo o Estadão, o documento indicará a necessidade de cassar a chapa Dilma-Temer por abuso de poder.

Se os ministros do TSE acatarem a tese do MPE, Temer será destituído e novas eleições serão realizadas. Como a remoção do presidente ocorreria após o início da segunda metade do mandato, a nova eleição seria indireta – apenas os deputados e senadores votariam.

Em uma manifestação prévia sobre o caso, feita em maio de 2016, Dino havia rejeitado o principal argumento jurídico da defesa de Temer. O peemedebista deseja separar suas contas das de Dilma Rousseff e atribuir eventuais irregularidades constatadas apenas a ela. A tese é a mesma do PSDB, que abriu a ação contra a chapa em 2014, mas que após o impeachment se tornou o principal sustentáculo de Temer.

O peemedebista conta, entretanto, com uma defesa que extrapola o campo jurídico. Dois dos julgadores no TSE terão seus mandatos encerrados em abril e maio e Temer, que nomeará seus substitutos, conta com votos favoráveis dos escolhidos. A defesa de Temer também pretende ingressar com recursos na Corte Eleitoral e no STF para empurrar a decisão final para a véspera das eleições de 2018, pressionando o TSE a não removê-lo do cargo em nome da “estabilidade política”.

O TSE fará quatro sessões plenárias exclusivas para o exame do processo,
sendo que duas ordinárias e duas extraordinárias. Na terça-feira 4, haverá uma sessão extraordinária às 9h e uma ordinária a partir das 19h. O julgamento prossegue na quarta-feira 5, às 19h, com uma sessão extraordinária. E, na quinta-feira 6, somente será realizada a sessão ordinária, às 9h. O rito da ação no Plenário seguirá a mesma metodologia adotada nos processos julgados nas sessões do tribunal.

Comentários desativados em MPE pede cassação de Temer no TSE