Jovem com mais de 400 kg foi de Patos-PB para Recife-PE para tratamento

Carlos Antônio Freitas foi internado no Hospital das Clínicas, na UFPE. Ele vai receber apoio físico e psicológico para perder peso e tentar cirurgia.

Carlinhos chegou ao Recife por volta das 8h30 desta quinta-feira (9). Ele saiu da Paraíba na madrugada e fez a viagem em uma van, que teve os bancos traseiros retirados (Foto: Camila Torres / TV Globo)

Carlinhos chegou ao Recife por volta das 8h30 desta quinta-feira (9). Ele saiu da Paraíba na madrugada e fez a viagem em uma van, que teve os bancos traseiros retirados (Foto: Camila Torres / TV Globo)

O jovem paraibano Carlos Antônio dos Santos Freitas, que pesa 420kg e tem 28 anos, chegou ao Recife por volta das 8h30 desta quinta-feira (9). Ele foi internado no Hospital das Clínicas, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), para dar início ao tratamento de emagrecimento. Segundo a equipe médica, o paciente será submetido a um tratamento físico e psicológico a fim de perder o peso necessário para a realização de uma cirurgia bariátrica.

Carlinhos viajou da Paraíba para o Recife em uma van. O veículo teve os bancos traseiros retirados para receber um colchão que pudesse acomodar bem o paciente (Foto: Camila Torres / TV Globo)

Carlinhos viajou da Paraíba para o Recife em uma van. O veículo teve os bancos traseiros retirados para receber um colchão que pudesse acomodar bem o paciente (Foto: Camila Torres / TV Globo)

Os médicos do Hospital das Clínicas explicaram que o paciente não pode fazer uma cirurgia de redução do estômago com esse peso — a unidade médica já realizou um procedimento desse tipo anteriormente. Por isso, o paciente passará por um tratamento prévio. Os resultados desse processo vão determinar se será possível a realização do procedimento cirúrgico. Por isso, Carlinhos, como é conhecido, vai passar por uma avaliação completa, física e psicológica, noRecife.

Para receber o paciente da forma adequada, o Hospital das Clínicas precisou tomar algumas medidas. A enfermaria em que Carlinhos vai ficar internado teve a porta retirada para ganhar uma entrada maior. Já a cama precisou ser feita especialmente para o jovem. Para levá-lo à enfermaria, que fica no décimo andar, foi pedida a ajuda do Corpo de Bombeiros. Ele deve subir pelo elevador normal, mas em uma maca com pés.

Carlinhos saiu da Paraíba na madrugada desta quinta. A viagem, que dura cerca de duas horas, foi feita em uma van. O veículo teve os assentos traseiros removidos para receber um colchão e transportar o jovem com segurança. Ele não consegue andar ou se deitar, vive sentado no chão da sala de casa, na cidade de Patos. Por isso, também precisou do auxílio dos bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para chegar ao veículo. Segundo a corporação, ele foi transportado em uma maca flexível ultra resistente.

Entenda o caso

Carlinhos mora em Patos, no sertão da PB. Por conta do peso, não anda nem deita. Vive sentado no chão da sala (Foto: Reprodução/TV Paraíba)

Carlinhos mora em Patos, no sertão da PB. Por
conta do peso, não anda nem deita. Vive sentado
no chão da sala (Foto: Reprodução/TV Paraíba)

O paciente tem mais de 400kg e diversos problemas de saúde. De acordo com o médico Pedro Augusto Dias, que acompanha o caso há cinco anos, Carlinhos tem diabetes, pressão alta, problemas respiratórios, de pele e urinários. Por causa do peso não consegue se deitar ou andar e vive há mais de dois anos sentado no chão da sala da casa. Para poder fazer a cirurgia bariátrica, o jovem tem que perder peso.

Segundo a mãe de Carlinhos, Cacilda Patrocínio dos Santos, desde criança que ele já apresentava aumento no peso, mas a situação se tornou crítica a partir da adolescência. “Depois dos 15 anos que ele foi notando que foi ganhando peso muito rápido”, disse. Cacilda ainda explica que o caso de Carlos Antônio tem um agravante pois ele sofre de problemas mentais e tem uma séria compulsão por comida. “Ele pede comida de instante em instante. Se eu fosse dar, ele não estava mais nem aqui”, comenta.

G1

Este conteúdo foi postado na categoria Paraíba. Link permanente.