O adeus ao grande amigo e irmão: Adílio Santos

Dr Adílio Santos

Adílio Santos de Azevedo, 36 anos, lutava contra um câncer. Missa e sepultamento ocorrem às 16h

Há dias sofríamos junto à família com as notícias a respeito da saúde do nosso grande amigo Adílio Santos de Azevedo, 36 anos.

Mesmo diante do quadro, a esperança e a fé em Deus faziam acreditar que aquilo passaria…

No entanto, o próprio Adílio dizia que estava pronto. De fato. É de se exaltar o testemunho de fé deste grande homem. Confortou sua mãe Miminha, seu pai Manoel, seu irmão Sérgio, sua esposa Ana Clara, seu primo Emanoel, que estavam com ele; e também os demais familiares e amigos que o acompanhavam…

Adílio nos deixou na noite desta quarta-feira santa, 28 de março de 2018. Ele lutava contra um câncer, e estava em João Pessoa-PB.

O artista que por anos interpretou Jesus na Paixão de Cristo seguiu num caminho que nos faz refletir ainda mais sobre os passos de Jesus. Foram quase 40 dias de luta pela vida. Cinco procedimentos cirúrgicos. E a sua via crucis teve fim. Os últimos momentos foram de serenidade e ensinamentos.

A notícia abalou a todos. Não há uma pessoa que conheçamos que tenha algo de negativo a dizer de Adílio. A sua passagem tocou a todos. Ouro Branco está de luto.

Um pouco sobre Adílio Santos

Adílio ao lado de sua mãe Miminha e seu irmão Sérgio.

Católico fervoroso, Adílio participava das missas dominicais, e sempre fazia as leituras e salmos nas celebrações que participava na Matriz do Divino Espírito Santo.

Adílio interpretou, por anos, o papel de Jesus, no espetáculo “A Paixão de Cristo”, em Ouro Branco-RN.

No início dos anos 2000, foi convidado a representar Jesus na encenação da Paixão de Cristo, um projeto que o mesmo abraçou, e emocionou em todas as edições do espetáculo, participando ativamente da elaboração dos textos, figurinos, além de se preocupar em ser o mais realista possível no papel que há décadas atrás seu pai também encenou.

Durante os ensaios, sempre foi referência seja no bom humor, seja na concentração para dar vida as cenas…

Nos ensaios, arrancava risos de todos diante de erros e improvisos. Mas impressionava também pela dedicação e compenetração, sempre preocupado com a mensagem que deveria ficar para o público.

Cidadão consciente

Eleito secretário do Partido dos Trabalhadores (PT) de Ouro Branco no ano de 2010, Adílio era entusiasta de causas sociais e seguia sua ideologia política. Em agosto de 2012, o mesmo escreveu aqui no nosso blog um texto intitulado “Revolução de ideias e ideais”, fazendo uma reflexão acerca do momento político de sua cidade natal: “Devemos fazer com que a esperança tome conta de nossos corações e mentes, para assim podermos ver nossa cidade voltar ao caminho certo de crescimento. Como dizia John Lennon, ‘poder para o povo agora’…”, disse na época.

Estudioso

Adílio (à direita – de boné), em um reencontro da turma do Ensino Médio de 1999. Reencontro oficial da turma estava previsto para julho deste ano.

Adílio estudou durante ensino fundamental e médio nas escolas públicas de Ouro Branco. Fomos colegas durante todos esses anos. Inclusive fizemos um reencontro de alguns membros da turma concluinte no ano de 2011, do qual ele participou com uma felicidade sem igual. O próximo reencontro estava previsto para julho próximo…

Ele se graduou em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) em 2006. Residência Médica em Anestesiologia e Cirurgia de Pequenos Animais pela UFCG em 2006-2007. Mestre e Doutor pelo Programa de Pós-Graduação em Medicina Veterinária da Universidade Federal de Campina Grande, Campus de Patos-PB. Desempenhou a função de Professor de Cirurgia Veterinária do Instituto Federal de Ensino Básico, Técnico e Técnológico da Paraíba (IFPB). Linhas de pesquisa: Engenharia de tecidos (tecido ósseo), cirurgia experimental, clínica-cirúrgica de pequenos animais e ortopedia de pequenos animais. Também foi professor da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), campus de Souza-PB.

Um adeus a um grande amigo…

A dor é imensurável. Do mesmo modo a certeza de um grande testemunho de fé.

A tristeza da partida…

Vá em paz, meu irmão! Sua vida é exemplo para todos nós.

Agradeço imensamente a Deus por ter convivido contigo, e ter desfrutado de amizade sincera.

Deus o receba em sua Morada Eterna!

Este conteúdo foi postado na categoria Especial, Luto. Link permanente.

1 comentário para O adeus ao grande amigo e irmão: Adílio Santos

  1. Michelle comentou:

    Sem palavras . Muito linda a homenagem…. ??????

Os comentários estão fechados.