Projeto “Geração de Ouro” fará jogo festivo para estreia de uniforme das crianças neste sábado (16)

Crianças fazem alongamento antes de iniciar a partida de Futsal, sob a orientação de Klebson Farias

Crianças fazem alongamento antes de iniciar a partida de Futsal, sob a orientação de Klebson Farias

Na manhã deste sábado, na quadra Michael Jackson Pereira Damasceno, em Ouro Branco-RN, o projeto “Geração de Ouro” estará realizando jogos festivos para marcar a formação da primeira turma de crianças cujos pais se envolveram e se engajaram na prática esportiva.

Os jogos começam às 09h, e envolverão as crianças jogando contra os pais e também adolescentes com combinado de crianças. O objetivo de envolver ainda mais os pais é deixar uma mensagem para os pais, de que eles são exemplos e que tudo que eles fizerem, os filhos irão querer copiar, pois os filhos se espelham nos pais.
Toda comunidade é convidada a participar.

Projeto geração de Ouro, pelo seu idealizador, Klebson Farias

projetogeracaodeouro-2

O Projeto Geração de Ouro é um trabalho voluntário do tecnólogo em Gestão Ambiental, Klebson Farias, que vem dedicando parte do seu tempo a crianças e adolescentes do município, incentivando para a prática desportiva.

O blog conversou com Klebson, que nos relatou:

Blog: Como se deu a iniciativa do projeto?
Klebson: “A ideia do projeto surgiu como forma de deixar alguma marca positiva na cidade, no período em que eu ficar por aqui. Percebi em Klaus, meu enteado, uma necessidade de fazer algum esporte, e como não tinha nada para a idade dele, resolvi criar esse projeto”.

Blog: Quantas crianças participam?
Klebson: Começamos com 8, 10 crianças. … Hoje já participam em torno de 20 crianças, na faixa etária de 3 a 9 anos. Estendemos também para crianças de 10 a 15 anos, onde temos mais 25 crianças e adolescentes”.

Blog: Além da prática desportiva, você fala com as crianças sobre que assuntos?
Klebson: “Sempre falo que sou um agregador escola-família, tento contribuir na formação desta turminha, falando a questão do respeito e da educação e do dever de sermos bons cidadãos. Sempre temos rodas de conversas onde costumamos tratar de temas do nosso cotidiano: meio ambiente, cidadania, amizade, respeito, prática do bem, família, importância de ser um bom aluno e até temas mais complexos como Abuso Sexual, tema esse ministrado pela psicóloga Hebe Coutinho”.

Blog: Como se deu a ideia do terno?
Klebson: “Depois de tantos pedidos, resolvemos fazer o terno. Algo para padronizar o Projeto. Tivemos patrocínio de duas empresas, óticas Diniz e Drogaria Frei Damião, e outros parceiros, como comerciantes e populares, que contribuíram com valores menores, mas auxiliaram os que não tinham condições de pagar”.

Blog: Qual a perspectiva de continuidade do projeto?
Klebson: “A intenção é que o projeto não pare, tanto é que já estamos contando com o apoio de mais duas pessoas que vão fortalecer o projeto, que é o César Filho e a Daniela Rodrigues. E com esses parceiros, reforçamos o compromisso de continuidade no projeto, independente da minha participação”.

Klebson finalizou afirmando: “Sou louco por essas crianças. Muitos dizem que estou fazendo um bem para eles, porém eu acredito que eles que estão fazendo um bem para mim.

Este conteúdo foi postado na categoria Especial, Ouro Branco. Link permanente.