Provocada pelo Aedes, chikungunya causa dores incapacitantes

Estudos mostram que doença deixa rastros. Vírus tem predileção pelas articulações.

dengueChikungunya, a doença transmitida pelo mesmo mosquito da dengue, cumpriu o que os especialistas temiam: uma epidemia de dores nas articulações. O Bem Estar desta quarta-feira (23) falou da diferença entre artrite e chikungunya com os infectologistas Caio Rosenthal e Carlos Britto.

Estudos mostram que a chikungunya deixa rastros, metade deles crônicos. O vírus tem uma predileção pelas articulações e causa uma cascata inflamatória no local. Os doentes, principalmente as mulheres, desenvolvem dores incapacitantes crônicas e não conseguem abotoar uma camisa, pentear o cabelo, sem dores.

O tratamento é feito com analgésicos e anti-inflamatórios. Entretanto, é preciso procurar um médico, porque a doença pode trazer risco de sangramento. Tratamentos não medicamentosos como acupuntura, fisioterapia e compressas podem ajudar a aliviar a dor.

CLIQUE AQUI e assista vídeos do BEM ESTAR

Este conteúdo foi postado na categoria Saúde. Link permanente.