Revolução de Ideias e Ideais

Texto: Adílio Santos de Azevedo

Adílio Santos

Como disse uma vez um dos maiores idealistas, Hernesto “Che” Guevara – Em todo lugar que a opressão chegar a níveis insustentáveis, deve-se levantar a bandeira da revolução. Revolução esse não de brigas nem de sentimentos hostis, mas sim de ideias e ideais. As oligarquias formadas são um perigo real a base fundamental da democracia. Os senhores oligárquicos compartilham um processo filosófico fajuto de que se acham os próprios senhores da lei e do poder, acima de tudo e de todos. Nas suas mentes, a população deve se curvar a essa realeza impiedosa. Porém a população percebe que ela própria tem o poder de decisão. Que os cidadãos (povo), têm o poder de escolha, de decidir os rumos de uma sociedade. Perante isso, a população percebe que o que antes era apenas trevas e desesperança, brota uma esperança de mudança e de descentralização do poder. Isso é de suma importância para o crescimento sócio-econômico-cultural de um lugar. Por essa razão, chegou a hora companheiros de decidirmos novos rumos para nossa cidade. Devemos fazer com que a esperança tome conta de nossos corações e mentes, para assim podermos ver nossa cidade voltar ao caminho certo de crescimento. Como dizia John Lennon, “poder para o povo agora” e esse poder nos dá a possibilidade de mudança, e essa mudança chama-se Fátima, a esperança de mudanças e novos rumos para Ouro Branco. Até a vitória companheiros.

Este conteúdo foi postado na categoria A VOZ DO LEITOR. Link permanente.