Senado deve decidir se afasta ou não Dilma Rousseff até 17 de maio

renancalheiros_senadoO Senado Federal deve votar na próxima segunda-feira, dia 25, a formação da Comissão Especial do Impeachment da Casa. A oposição ao Governo Dilma Rousseff (PT) pressionou para que a composição desse colegiado acontecesse ainda nesta terça-feira, mas não obteve êxito. “O Brasil sem Governo e o Senado Federal posando como se nada tivesse acontecido”, criticou o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO).

Um acordo de líderes, costurado pelo presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), definiu que cada um dos blocos parlamentares deverá indicar os 42 membros da comissão (metade titular e metade suplente) até a próxima sexta-feira, dia 22.

A ideia agradou o bloco governista que tinha a intenção de esfriar os ânimos no Congresso Nacional após a Câmara dos Deputados aprovar a admissão do processo de impeachment da presidenta no domingo passado. Até por isso, os opositores já nomearam seus representantes, mas os governistas, não. Só o farão no último dia previsto.

El País

Este conteúdo foi postado na categoria Brasil, Política. Link permanente.